A nossa gestão da saúde

Aumentamos os atendimentos e reduzimos a espera. Podemos resumir assim a nossa gestão da saúde iguaçuana nos últimos quatro anos. 

Foram diversos programas, acordos e obras para trazer mais tranquilidade para os cidadãos que precisassem de algum tipo de tratamento na nossa cidade.

Estratégia Saúde da Família

Com um time de profissionais voltados para a atenção familiar, nosso governo aproximou a saúde da casa dos iguaçuanos. O programa realiza visitas às residências e atividades nas Unidades Básicas de Saúde dos bairros. Visamos sempre ampliar o conhecimento dos moradores sobre cuidados de saúde.

Com o dobro de equipes trabalhando no NASF (Núcleo Ampliado de Saúde da Família), conseguimos aumentar a gama de profissionais que atendem neste programa. Temos psicólogos, fisioterapeutas e outros especialistas mais perto das nossas famílias.

Já o Programa Melhor em Casa ganhou 8 novas equipes, contando agora com 3 equipes Multidisciplinares de Apoio e 8 equipes Multidisciplinares de Atenção Domiciliar. São 8 novos veículos para facilitar o deslocamento dos profissionais e mais de 1.300 atendimentos mensais de pessoas com dificuldade de locomoção (definitiva ou temporária).

SAEDAS 

Durante nossa administração também tivemos o prazer de iniciar o SAEDAS (Saúde, Educação, Assistência Social). Nesse programa, a Prefeitura realiza atendimentos médicos e de assistência social para os alunos da rede municipal de ensino. 

Com 5 ônibus transformados em consultórios médicos, conseguimos percorrer as nossas escolas. Estamos levando atendimento pediátrico e encaminhando os alunos para as especialidades que eles precisem. Só nos três meses iniciais do projeto, mais de 11 mil alunos foram atendidos e 38 escolas foram visitadas. Começando em 2019, essa foi uma grande conquista do nosso governo. Outras atividades como palestras contra o uso de entorpecentes e atendimento psicológico também fazem parte do programa.

Postos de Saúde

Encontramos uma situação muito ruim na nossa Rede de Atenção Básica: os postos de saúde não tinham nem sistema de agendamento de consultas e exames. Hoje a rede municipal tem todas as unidades integradas e informatizadas. Mais atendimentos estão sendo realizados e o iguaçuano está enfrentando menos filas. 

Para termos uma noção da mudança, em 2017, primeiro ano da nossa gestão, tínhamos 12.655 agendamentos. Em 2019 esse número era de 66.451. São atendimentos fisioterapêuticos, exames laboratoriais, radiografias, mamografias e até eletrocardiogramas. 

Com tantos agendamentos sendo feitos, a prefeitura precisava ampliar a capacidade de atendimentos. E foi o que fizemos: De 2018 para 2019, foram 26 mil exames a mais e quase 800 mil novas consultas. Aumentamos também nossa capacidade de coleta de sangue, fazendo com que testes rápidos para IST’s como sífilis e hepatite, além do HIV, começassem a ser realizados na rede pública. Na Mariana Bulhões, nossa maternidade que fica na Posse, o tratamento de sífilis é feito para todas as grávidas, se necessário. Qual a consequência disso? Diminuição dos casos de sífilis congênita (quando a mãe passa para o bebê) caindo em 60% em três meses. Agindo na prevenção, estamos salvando vidas. 

Maternidade Mariana Bulhões

Quando o último governo acabou, em 2016, a Maternidade Mariana Bulhões estava muito próxima de fechar. Foi nossa gestão que fez reformas e retomou o volume de atendimentos. Inauguramos a Casa da Gestante, Bebê e Puérpera, para atender as mães que têm bebês internados após a alta delas; Também tivemos duas novas enfermarias inauguradas.

Incentivamos programa de aleitamento materno, o que rendeu o título “Amigo da Criança” para a unidade, e inauguramos um Cartório de Registro Civil. Ou seja, se um bebê nasce na Mariana Bulhões ele já sai de lá com a sua documentação básica. (procurar nos arquivos)

Convênios com Clínicas Particulares

Muitas vezes uma oportunidade está bem na nossa cara e precisamos aproveitar. Por isso que, notando uma alta demanda de exames de cintilografia (aqueles famosos exames de imagem) e de exames de alta complexidade para o coração, assinamos um convênio com clínicas particulares para atender o povo da nossa cidade. 

Além disso, mais de 400 pacientes que precisavam de diálise, passaram a ser atendidos em convênios com a rede privada. 

E, é claro, não podemos esquecer das parcerias com as clínicas oftalmológicas:

Programa Consultório na Rua 

A atenção básica pode salvar muitas vidas. Cientes que, muitas vezes, a situação sócio-econômica impede que as pessoas possam fazer exames e consultas médicas, colocamos o Programa Consultório na Rua à disposição da população. São psicólogos, técnicos de enfermagem e agentes sociais que agilizam consultas e testes rápidos, além de realizarem encaminhamentos para internações.Já no panorama social, o programa pode reunir familiares e colocar uma pessoa de volta no mercado de trabalho. 

Saúde Mental 

E com tanta atenção para essa área, é claro que não poderíamos deixar a saúde mental de fora, certo? Por isso dobramos nossas unidades de atendimento nessa área, de 9 para 18. 

Hospital da Posse

O principal hospital da Baixada Fluminense fica na nossa cidade, mas nem parecia. Foram mais de 40 anos sem uma grande reforma no HGNI até que conseguimos melhorar a estrutura do local sem abrir mão dos atendimentos, que não podiam parar. 

Banco de sangue, enfermarias adultas, ambulatório, entre outras estruturas já estão em funcionamento. E ainda temos em andamento as obras de outras enfermarias, uma ampliação histórica do centro de imagem e a nova estação de tratamento de esgoto. 

Além disso, a média de atendimentos mensais aumentou em mais de 1000 por mês. (procurar nos arquivos)

Combate ao Câncer de Mama

Um assunto muito importante na área da saúde é o tratamento e o diagnóstico do câncer de mama. Nova Iguaçu só foi ter seu primeiro mamógrafo na rede pública na nossa gestão.

Nós praticamente dobramos os atendimentos relativos à doença, que já superam 1.500 mamografias mensais. Isso sem deixar de respeitar a Lei dos 60 dias, que dá o direito ao paciente diagnosticado com câncer de receber o primeiro atendimento nesse prazo. 

E ainda temos a Sala de Fisioterapia Mastológica no CASF (Centro de Atenção em Saúde Funcional Ramon Pereira de Freitas).

CASF

O CASF é um projeto da Prefeitura que chegou para manter os atendimentos que a antiga AACD fazia, já que essa estava prestes a encerrar suas atividades em 2018. O Centro de Atenção em Saúde Funcional Ramon Pereira de Freitas oferece tratamentos de fisioterapia, psicologia, fonoaudiologia, neurologia e muitas outras especialidades. E nesses dois anos, os atendimentos dobraram, mostrando o sucesso da nossa administração. (fotos hoje pedro)

Novos equipamentos

Temos muito orgulho em dizer que adquirimos 7 novas ambulâncias e 12 novos veículos para a nossa frota da saúde, além de centenas de equipamentos para os atendimentos: respiradores, monitores multiparâmetros, cardioversores e outros. 

Tratamento da catarata

Zeramos a fila dos procedimentos cirúrgicos de catarata. Em no máximo 90 dias, um iguaçuano consegue fazer todo o tratamento da doença. Tudo isso com agendamentos feitos nas nossas UBS. 

Unidades de Pronto Atendimento

Assumimos o governo com mais da metade das Unidades de Pronto Atendimento do município paradas, 3 das 5. Hoje, três já estão em atividade completa (Comendador Soares, Vila de Cava e Austin), a Unidade de Miguel Couto está prestes a reabrir e a Unidade Patrícia Marinho está em processo de readequação para abertura.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *